Postagens Recentes:

UM TIPO DE CONSTRUÇÃO

A afetividade é um campo vasto para as vivências, estudos e pesquisas. Nos escritos de Aristóteles encontram-se investigações a respeito dos fenômenos da ‘alma’ e do corpo, nos quais, o filósofo oferece para os interessados, questões sobre as afeições e a natureza da vida. Desde a antiguidade, a sinergia entre os diferentes ramos das ciências sempre surge, principalmente quando o assunto é o relacionamento humano.

Na psicologia, substituir ‘alma’ por ‘estudo da mente humana’ tem validade, desde que este segundo termo, não esteja se referindo apenas ao órgão conhecido por cérebro – a mente humana é muito mais do que um punhado de neurônios ligados a medula espinhal e os seus líquidos.

A mente se ‘derrama’ por todo o corpo humano.

Para Freud, a libido é uma força básica derivada dos instintos na busca de alívio, o Behaviorismo de James e McDougall reconhece a existência do amor; Watson o relatou como uma das emoções primárias, além dele, os sistemas de afeição surgem e algumas vezes são incômodos.

Embora a demonstração de afetividade seja importante para a espécie; após a puberdade e na fase adulta, um pai ao abraçar o filho em público, pode perceber olhares desaprovadores, ou ainda sentir uma desagradável sensação e ser impelido a demonstrar, inclusive em bom tom verbal que se trata de um ente familiar e os gestos carinhosos, pertinentes à ocasião.

A sociedade ‘aceita’ duas crianças do mesmo sexo, masculino ou feminino, andarem de mãos dadas ou abraçadas, mas depois de certa idade estas práticas serão possivelmente entendidas como uma demonstração de homossexualidade e reprimidas em alguns casos.

Os casais heterossexuais sentem alguma diferença?

A saudade é um sentimento universal, numa estação rodoviária cenas de abraços e carinhos serão ‘legitimas’, aos olhos alheios; tórridos beijos de jovens num show musical, aceitos com certa naturalidade, mas num corredor de supermercado, a expressão afetiva fica embaraçosa e vista com ressalvas.

Parece que demonstrar o afeto desenvolvido por outra pessoa gera oposição social, independente da orientação ou sexo, idade e cor da pele. A bebida alcóolica ao ser ingerida provoca reações maléficas, sob o ponto de vista orgânico, no entanto, o copo erguido como um troféu na “selfie está imune de qualquer repúdio.

Percebe como são curiosas as diferentes interpretações sobre algumas atitudes?

A incapacidade de construir relações com fortes vínculos, exteriorizar a ‘beleza da união’, manter uma imagem inexistente e falaciosa de felicidade ou para agradar pessoas do grupo familiar, sem o mínimo de respaldo dos sentimentos internos é uma maneira de demonstrar a tarefa difícil e dar explicações sobre os vínculos afetivos e seus diferentes tipos.

Por exemplo, nas grandes metrópoles, supostamente o toque sútil e delicado das construções afetivas afronta o padrão rude, em geral, encontrado no cotidiano cosmopolita. Oposto a isso, nos municípios caipiras do mundo afora,  ‘esse local do interior’ se comunica mais fácil com o íntimo pessoal. Nestas localidades as pessoas ainda estão mais ‘abertas’ como no passado?

construcao-31A intimidade, uma camada profunda dos relacionamentos, diferente da leitura meramente sexual, está relacionada à forma como as pessoas se comprometem e a vestem de ‘corpo e alma’, mesmo ficando vulneráveis. Nos pequenos centros parece ser mais corriqueiro solidificar os laços de amizades, familiares, profissionais ou amorosos.

Isto nos remete às características dos primatas, por possuírem sistemas afetivos, se organizarem em grupos com lideranças dos machos ou fêmeas, defenderem a proteção mútua e conforto dos indivíduos. Um empenho gerador de criar ciclos virtuosos.

Portanto, investir na profundidade das relações resulta em evolução, civilidade e traz à tona a nobreza de caráter, uma verdadeira essência do ser humano.

#interno #tarefa #construção #tipo #intimidade #primata #investir #jp#civilidade #essencia #selfie #freud #mcdougall #james #watson#jornaldepiracicaba #behaviorismo #libido #amor #existencia #sistem#afeicao #afeição #marcelopelucio #psicologiaavançada #psicologiaavancada

 

20170106-a3

Sobre marcelopelucio (305 artigos)
Possui habilidades comprovadas para encontrar talentos, montar, treinar e organizar equipes. Melhora o clima organizacional das empresas, escolas e organismos nos quais atua. Encontra o sucesso em diversas áreas da atividade humana e detém várias premiações. Sua vida acadêmica conta com quase três décadas de estudos, possui cinco títulos acadêmicos (graduações, especialização e aperfeiçoamento), centenas de cursos dentro e fora do Brasil. http://www.marcelopelucio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: