Postagens Recentes:

UMA ESSÊNCIA VERDADEIRA

A expressão ‘guerra dos sexos’, quando surgiu, dava a impressão de se referir a algum tipo de debate dos sexólogos – feministas de um lado e porcos chauvinistas do outro. Ambos tentando convencer a todos, o lado certo das questões morais, sexuais, mundanas ou profissionais.

O comportamento das mulheres, sobretudo nas metrópoles, mudou bastante nos últimos 50 anos e novos espaços foram conquistados. Algo faz sentido neste debate!

As disparidades entre mulheres e homens são tão grandes, que a simples inversão na escrita dos substantivos, apondo primeiro o delas nesta frase; decerto soou estranhamente aos ‘ouvidos’. Independente do seu sexo, a leitura pode ter seguido a forma usual: homens e mulheres. (leia novamente)

Se fossem separados os impulsos naturais, difícil seria entender como elas nos suportam. Contraponto este raciocínio, sob os aspectos da personalidade, pensamento, liderança, capacidade, romantismo e sentimentos, não existe dissemelhança biológica e está refletida apenas no campo social.

A ‘guerra’ transcende estas expressões? Quais seriam os supostos interesses em influenciar as relações sociais?

No reino animal, segundo os cientistas, primatas chamados de Pan paniscus e conhecidos por Bonobos, habitam as florestas úmidas do Zaire, na África Central. São os ‘primos’ mais próximos da espécie humana, organizam-se em sociedades matriarcais. Neste modelo, algumas fêmeas deixam o grupo natal e se inserem em outros.

Marcados pela coalisão das fêmeas, existem poucas disputas. As expressões faciais e posturas corporais são marcantes na comunicação entre os indivíduos e os elos são fortes. Andrew Whiten em seu trabalho acadêmico “Culture in Chimpanzees” escreveu: “gestos e estilos de manipulação dos objetos distintos para cada grupo social, persistem de geração em geração e são transmitidas horizontalmente através da aprendizagem social. ”

Seguindo este raciocínio, nos últimos dois milhões de anos, as mulheres ‘perderam o controle’ da sociedade.

Força e rivalidades aparecem intensificadas, com um olhar apurado, por exemplo no Monumento do Leão em Lucerna na Suíça, o escritor estadunidense Mark Twain, registrou: “O mais triste e comovente pedaço de rocha no mundo”, porque ostenta os horrores de guerras.

O Arco do Triunfo de Paris, possui 660 nomes de generais e combatentes das guerras napoleônicas inscritos nas suas colunas e poucos ao redor do mundo mostram a delicadeza feminina. Perceba como o eixo principal da existência parece estar perdido no período dominado pelos homens.

Nos clãs dos outros ‘primos’, denominados Pan Toglodytes (chimpanzé comum), analogamente dirigidos pelos machos – hostilidade e disputas são fatores marcantes.

Aplicado nesta ‘paisagem’, um significado talvez seja capturado, o sexo feminino parece possuir capacidades oferecidas pela natureza no ‘controle reflexivo’, mas a incapacidade de superar a força bruta masculina, principalmente nos dez últimos milênios, traz agora consequências danosas. As reações surgem corriqueiramente nos órgãos de mídia, na sua grande maioria, lutas distantes daquelas naturais pela sobrevivência.

Esses sinais demonstram a sapiência da natureza ao ‘escolher’ o sexo feminino, como o responsável por gerar novas vidas. Além disso, cuida e semeia o amor – uma diferença indiscutível e fundamental com o sexo oposto.

Com toda capacidade, nas últimas décadas passou a contribuir substancialmente para a ‘coleta de alimentos’ que chegam até as residências sob o formato contemporâneo de competir pelos postos de trabalho e posições de destaque.

#guerradossexo #mulher #essência#umaessenciaverdadeira

 #marcelopelucio#psicologiaavançada #sexo #sapiência #coleta#alimento

#trabalho #destaque #paisagem #jp #jornaldepiracicaba

Sobre marcelopelucio (305 artigos)
Possui habilidades comprovadas para encontrar talentos, montar, treinar e organizar equipes. Melhora o clima organizacional das empresas, escolas e organismos nos quais atua. Encontra o sucesso em diversas áreas da atividade humana e detém várias premiações. Sua vida acadêmica conta com quase três décadas de estudos, possui cinco títulos acadêmicos (graduações, especialização e aperfeiçoamento), centenas de cursos dentro e fora do Brasil. http://www.marcelopelucio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: