Postagens Recentes:

UMA INFINITA INGENUIDADE

É fácil encontrar pessoas buscando a felicidade contínua. Se você for uma delas, e ainda não estiver satisfeita, mantenha a calma. Pessoas alegres todo o tempo soam como um contraste às realidades da mente humana, sugerem possíveis construções fechadas e viagens egocêntricas.

Não há nada de errado em ser positivo e, apesar de válidos os pensamentos neste formato, as emoções negativas também são importantes. Em alguns momentos elas nos protegem. Por exemplo: sentir raiva ao sofrer uma ofensa pessoal é algo coerente com a natureza humana, tanto quanto digerir o luto na perda de entes queridos.

ingenuidade3Pensar positivamente não pode soar como uma obrigação e nem estar disponível para coleta nas gondolas dos supermercados.

Além do pensamento positivo, ‘olhar para dentro’, planejar as suas ações com cautela e ponderar os resultados futuros é uma prática saudável. Só existe uma maneira de saber como se comportar no devir — projetando-o no presente.

Veja as coisas do lado positivo apenas como uma informação relevante. Nem sempre a felicidade funciona como solução para tudo ou está necessariamente ligada aos resultados finais de qualquer ação.

Qual é a chance de você comprar um livro com o título ‘Como se tornar um reclamante odiado em dez passos’?

Aqueles que reclamam com frequência desconstroem, em tese, as maiores chances de tocar os outros e receber um retorno adequado às suas expectativas ou desejos. A qualidade da comunicação permeia as construções diárias.

Ao procurarem os oftalmologistas, sejam quais forem os problemas, pacientes querem enxergar melhor; imagine a existência de ‘óculos’ capazes de oferecer uma visão positiva das coisas.

O que isso poderia mudar na sua vida?

Pense nos fenômenos e alterações possíveis do cotidiano.

Para facilitar a comparação, procure recordar as vivências que possui com as crianças, como é a velocidade de aprendizagem e construção de novos recursos a partir das brincadeiras em momentos de alegria.

No outro ‘lado da moeda’, estão aqueles que, a partir de uma perspectiva positiva, esquecem de computar: um projeto ideal precisa se encaixar com a realidade. As dificuldades naturais da vida são muitas vezes diferentes das narradas pela indústria cinematográfica e os seres humanos são analógicos – formam uma ‘onda senoidal’ de sensações e percepções.

Apenas pensar positivo não garante o sucesso ou fará o indivíduo feliz, sobretudo, quando as emoções negativas forem suprimidas do cardápio.

Experimente esta estratégia e corra o risco de deprimir.

O conveniente seria possuir uma receita de tudo, mas o mundo não obedece às vontades individuais e a trama histórica segue o seu enredo sem ‘ouvir’ às queixas alheias.

Uns baseiam a felicidade no poder posicional ou financeiro; outros no prestígio profissional – tem quem valoriza a família – e também, são encontrados personagens ‘felizes’ quando destroem ou subtraem as conquistas de outrem.

O senso de realidade encontrada nas pessoas deprimidas é mais verossímil que nos positivistas em exagero. Um profissional da psicologia atento as verbalizações dos pacientes com depressão, tende a fortalecer a vitalidade deles quando resgata este ponto do lado mais obscuro.

A felicidade, portanto, é um conceito abstrato e complexo, segundo o filósofo grego Aristóteles. Uma tarefa difícil mesmo depois da morte é analisar se um homem foi feliz porque, sob novas interpretações das gerações posteriores, aponta-lo como causador de males provocará uma leitura lamentável desta vida.

Albert Einstein teorizou que nada pode viajar numa velocidade acima da desenvolvida pela luz. Caso essa Lei da Física fosse aplicada na tentativa de dominar o dinheiro e a felicidade, indicaria uma desordem neurótica provocada pela fluidez e velocidade deles – um consequente ‘desapontamento’ para o cientista alemão.

#umainfinitaingenuidade #jcm #jornalcidade #jornalcidademarilia#marcelopelucio
#psicologiaavançada #positivo #informação 
#instein #alegre #cardarpio #coerente #desapontamento #dez#egocentrica #emoções 

#estrategia #felicidade #feliz #fluidez#gondola #infinita #ingenuidade #ingênuo

 #luz #neurotica #odiado#passo #perspectiva #psicologiapositiva 

Sobre marcelopelucio (299 artigos)
Possui habilidades comprovadas para encontrar talentos, montar, treinar e organizar equipes. Melhora o clima organizacional das empresas, escolas e organismos nos quais atua. Encontra o sucesso em diversas áreas da atividade humana e detém várias premiações. Sua vida acadêmica conta com quase três décadas de estudos, possui cinco títulos acadêmicos (graduações, especialização e aperfeiçoamento), centenas de cursos dentro e fora do Brasil. http://www.marcelopelucio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: