Postagens Recentes:

UM BOM EXEMPLO

As pessoas comuns, tanto quanto os pesquisadores, vasculham de certa forma, os limites entre a normalidade e anormalidade. Ficam mais restrita aos cientistas, a busca por explicações para as más adaptações da vida em sociedade, representadas pelos distúrbios, intensidades, frequências ou duração de eventos de comportamentos indesejáveis.

Exemplo: a perda da individuação psíquica ou social torna os indivíduos descontentes. Os fatores causais quando avaliados e categorizados, propiciam a criação de estratégias e procedimentos para estimular seu tratamento. Nas últimas décadas, o mundo assiste o surgimento de técnicas inovadoras. Um tipo de reengenharia do pensamento humano busca extrair energia a partir das tensões.

O estresse bombardeia os corpos com noradrenalina e cortisol, prepara o indivíduo para o enfrentamento ou fuga. Essa obra-prima do corpo gera a sensação de voo de livre e numa simples analogia – o homem quer voar e a gratidão é o sentimento nobre que aumenta a envergadura das suas ‘asas’.

Existem aqueles ‘viciados’ no estresse, numa certa dose benéfico, mas nenhum tipo de exagero é sempre salutar. O organismo sabe dar avisos, tais como: sintomas físicos, palpitações, problemas de estômago e persistente falta de sono.

Durante a infância, visualizar outra criança recebendo um doce ou presente a mais precipita duras e passageiras condições emocionais. Algumas experiências dolorosas, relacionadas com a inveja e ciúme acontecem em todas as faixas etárias, caso se transformem nos ressentimentos, revelarão uma sensação persistente de impotência, como um corte profundo na ‘alma’.

E qual é o melhor plano?

Todo ser humano, em sã consciência, tem uma ‘voz’ crítica, vinda do interior e nunca satisfeita com o próprio desempenho. ‘Ouvi-la’, sem ser escravo das perfeições ou riquezas inatingíveis, pode ser o primeiro passo.

Procure lembrar dos detalhes de suas experiências, aprender com elas e distinguir os interesses comuns. Torne-se apto para construir masmorras aos vícios e barreiras contra os preconceitos, porque estes florescem apenas nas cabeças vazias sem sentimentos humanitários.

Os ‘pesos’, passados e presentes, são excluídos automaticamente e a capacidade de lidar com as mudanças, se fortalece em cada sorriso puro e gentil oferecido ao ‘mundo’. Somente aqueles capazes de reconhecer as fraquezas humanas podem reconsiderar os erros do passado e obter uma visão ampla e equilibrada para o futuro.

Pesquisas do cérebro apontam a íntima ligação entre a compaixão o fortalecimento do sistema imunológico. Os protocolos clínicos, contidos nas técnicas facilmente aplicáveis de ‘Mindfulness’ e criadas pelo médico estadunidense Jon Kabat-Zinn, preconizam a meditação para o alivio das pressões.

Como ter alegrias na vida íntima, social ou profissional?

Contatos sociais garantem a saúde psíquica e orgânica, elimine os sentimentos negativos que geram perdas dessas conexões e esteja disposto a aceitar o outro. Ofereça assistência em tempos difíceis, doe-se à família, amigos e desconhecidos.

Mantenha uma rotina de repassar e refletir sobre os acontecimentos diários, crie uma lista de motivos para ser grato por esta oportunidade única de ‘respirar a vida’.

Alimente os reforçadores contidos na bondade, compaixão e fortaleça os seus vínculos afetivos.

#Asas #bondade #compaixão #cortisol #estresse #gratidão #infância#jonkabatzinn

 #Mindfulness  #noradrenalina #orgânica #pessoa #plano#psíquica #sociedade #voo


Sobre marcelopelucio (300 artigos)
Possui habilidades comprovadas para encontrar talentos, montar, treinar e organizar equipes. Melhora o clima organizacional das empresas, escolas e organismos nos quais atua. Encontra o sucesso em diversas áreas da atividade humana e detém várias premiações. Sua vida acadêmica conta com quase três décadas de estudos, possui cinco títulos acadêmicos (graduações, especialização e aperfeiçoamento), centenas de cursos dentro e fora do Brasil. http://www.marcelopelucio.com.br

1 comentário em UM BOM EXEMPLO

  1. Adriana Coneglian De Conti // 19 de maio de 2017 às 13:53 // Responder

    Texto fantástico! Muita sabedoria! Obrigada!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: